loading page

Fogo em áreas úmidas: ...
  • +1
  • Bruno Garcia Luize,
  • darelafilho,
  • maridairel,
  • amandaeburneo
Bruno Garcia Luize
Universidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências
Author Profile
darelafilho
Author Profile
maridairel
Author Profile
amandaeburneo
Author Profile

Abstract

ESQUECCE O AUTHOREA DA MUITOÁreas úmidas são ecossistemas transicionais entre ambientes aquaticos e terrestres.  Podem se formar em regiões temperadas e tropicais e estão  virtualmente presentes em todos os biomas em maior ou menor extensão. A vegetação que se desenvolve nas áreas úmidas varia em um gradiente de áreas abertas com cobertura de herbáceas a áreas florestais. As altas taxas de produtividade primária e baixas taxas de decomposição nos ecossistemas das áreas úmidas tropicais possibilita o acumulo de material orgânico e a formação de camadas de turfa em alguns tipos específicos de áreas úmidas. O ciclo hidrológico  e a sazonalidade no regime de precipitação modulam a dinamica temporal e espacial da influência da água nas áreas úmidas. Durante a fase terrestre as áreas úmidas podem passar por perídos marcados de seca. O acúmulo de materia orgânica somado as condições climáticas de seca e ao marcado uso das áreas úmidas pelos humanos tornam estes ecossistemas sucestiveis a incêndios. A ocorrencia de fogo em áreas úmidas afeta sua resiliencia e tem o potencial de  causar mudanças nos estados do ecossitema.  Neste estudo vamos revisar como é o regime de fogo nas áreas úmidas tropicais para compreender como o fogo pode afetar a resiliência das áreas úmidas e eventualmente conduzir o sistema a estados alternativos. Foi feita uma consulta bibliografica utilizando a ferramenta Web-of-knowledge com as palavras-chave 'wetlands' AND 'fire'. Os resultados foram filtrados para incluir estudos realizados entre 1990 e 2017 e na região tropical. Classificamos os estudos resultantes de acordo com os aspectos abordados (regime do fogo (como foi?)  >>> efeito do fogo na área úmida (o que causou)... Como resultado encontramos XXX estudos abordando o tema. Mais estudos foram conduzidos nas AU da região Ásiatica... Os estudos classificados (regime do fogo) mostram que o fogo e especialmente os incêndios florestais tendem a ocorrer com maior frequencia nas AU em relação a ecossistemas não AU. O fogo em AU ocorre tanto em copas, solo e subterâneo. A ocorrencia do fogo em AU é favorecido pelo acumulo de MO e as condições secas do clima.  O fogo é utilizado pelo homem para abertura de AU para uso agricola. A ocorrencia de fogo com frequencia em AU afeta a capacidade do sistema de se recuperar. A recorrência destes eventos de fogo, antes da completa regeneração da vegetação, pode levar a perda da resiliencia do sistema (capacidade de regenerar) e conduzir o sistema a estados alternativos. Áreas úmidas florestais tornam-se menos adensadas podendo chegar a ser ecossistemas abertos. Outra possivel mudança é a redução na formação de turfeiras que ao mesmo tempo afeta a composição quimica da atmosfera terrestre e a manutenção de florestas nas áreas úmidas.